Este blogue não adoPta o novo acordo ortográfico.

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

O Outono a chegar de masinho

As madrugadas e as noites estão mais frias. Os dias a encolher e apesar de São Pedro nos presentear com dias ainda quentes, certo é que o Outono está aí. E gosto destes dias a encolher, da frescura das manhãs e dos finais de tarde, o cheiro da vindima e o milho a secar na eira, as cores que pintalgam as árvores anunciam que o Inverno está achegar. Para celebrar a chegada de mais uma estação fiz uma pesquisa no Pinterest para me inspirar e gostei de tantas das coisas que vi, que o difícil foi escolher o que trazer para aqui. Só um pequeno vislumbre da infinidade de possibilidades.


O milho e as abóboras trazem o Outono para dentro de casa e as velas fazem lembrar dias frios, como adoro um serão no quentinho à luz das velas.


Mas também é possível trazer o Outono para casa sem velas! As abóboras já são mais fáceis de encontrar e em diversas formas o que ajuda aquelas que como eu não têm muito jeito para arranjos ornamentais, assim basta juntar duas ou três variedades e a coisa até que nem fica nada má. Tenho que ir à apanha da bolota com os miúdos antes que venha por aí a chuva.


E é isto, espero ter trazido um cheirinho a Outono e a vontade de trazer o Outono para dentro de casa. 

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Viana é amor


Fiquei, e ainda estou, de peito inchado de tanto orgulho ao ver esta fotografia da fotógrafa portuguesa Diana Mota e que foi publicada na capa da Vogue Itália. Fotografia intitulada "Viana é amor" e onde se recria o traje da lavradeira de Viana. 
Lembrando Amália Rodrigues, "Amor havemos de ir a Viana".

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

E o mundo fica pintalgado com as cores de outono


As férias já findaram faz tempo. E esse, o tempo, é que escasseia de tal maneira e não me tem permitido escrever neste meu cantinho. Já tinha tantas saudades. 
Haverá em breve mais fotografias de alguns trabalhos há muito terminados mas em falta na publicação. 
Hoje escrevo só para dizer que me cheira a Outono, a terra molhada e às noites frescas e a vindima. Já apetece o aconchego no sofá com os pequenos e a comida de forno. O chá quentinho a meio da tarde com uma fatia de bolo ainda morna. Eu já estou no Outono, e estou a gostar.